Sebrae maio 1

Sebrae maio 1
Consultores

quarta-feira, 8 de junho de 2022

Arborização do Parque das Artes em Palmas iniciou nesta quarta-feira, 08

Plantio simbólico desta quarta-feira faz parte das ações em comemoração à Semana do Meio Ambiente

Fotos: Júnior Suzuki 



A Fundação Cultural de Palmas (FCP) em parceria com a Fundação do Meio Ambiente (FMA) e o Janelas CasaCor iniciam nesta quarta-feira, 08, às 16 horas, a arborização e paisagismo definitivo do Parque das artes com o plantio de espécies nativas na área do local, no entorno do Espaço Cultural José Gomes  Sobrinho.

O projeto de arborização e revitalização paisagística foi realizado por arquitetas da CasaCor, e será implantado inicialmente, com plantio simbólico de 21 árvores nativas do Cerrado, das espécies  faveira de bolota, angico e ipê. Além das mais de 21 palmeiras que já foram plantadas pela direção da Mostra. 

Finalizada a CasaCor, o projeto de revitalização será executado somente com o plantio de mais espécies nativas, que foram escolhidas em razão do potencial paisagístico e de sombreamento.

O plantio simbólico desta quarta faz parte das ações em comemoração à Semana do Meio Ambiente, realizadas pela FMA, que contam com uma série de atividades como palestras, entregas de mudas frutíferas, entre outras ações. A programação completa da Semana do Meio Ambiente pode ser conferida aqui.

Parque das Artes

Idealizado para ser uma extensão do Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, o Parque das Artes será um ‘Museu a Céu Aberto’ que vai exibir esculturas ao ar livre e fazer uma conexão entre dois equipamentos públicos de cultura, o Espaço Cultural e a Feira da 304 Sul ao grande eixo viário da cidade, a avenida Teotônio Segurado. Inaugurado dia 20 de maio, recebendo o  projeto 'Janelas  CasaCor', o Parque das Artes além de integrar os espaços públicos, deverá ampliar seu uso, levando a uma maior apropriação por parte da população.

Além de um local para exibição de artes visuais, o Parque das Artes tem como objetivo ser um espaço para convivência, que vai abrigar comércios ligados à cultura, como cafés, lanchonetes, sebos, lojinhas de artesanatos, entre outras. “Vamos ampliar o Espaço Cultural José Gomes Sobrinho e as possibilidades de uso desse equipamento público e suas imediações, um local para o lazer, a cultura e a convivência como foi idealizado, dando efervescência e vida para o local”, conta o presidente da FCP, Giovanni Assis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário