Loja virtual Sebrae

terça-feira, 28 de maio de 2019

Curiosidades sobre o Mineirão

Jornalista Sérgio Moreira     sergio51moreira@bol.com.br

Fotos: Divulgação
O maior palco do futebol mineiro, um dos mais conhecidos do Brasil e do mundo, o Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão, inaugurado em 1965, tem muitas histórias ao longo desses 54 anos, com muitas emoções dos jogos, torcidas cantando e vibrando junto com seus times do coração, jogos da seleção brasileira em vários campeonatos como Copa América e Copa do Mundo, além de shows de artistas nacionais e internacionais.

O Mineirão passou por reformas para a Copa do Mundo em 2014, finalizada em 2012. Desde então o educativo do estádio permite que os visitantes tenham uma experiência completamente diferente da vivenciada nos dias de jogos, incluindo tour guiado aos bastidores do estádio e visita ao Museu Brasileiro do Futebol, que expõe a história do esporte em Belo Horizonte e no Brasil.

Para visitar o Mineirão e o Museu Brasileiro do Futebol é necessário comprar o ingresso da visita guiada aos bastidores do Mineirão. Os visitantes têm direito também de conhecer o Museu Brasileiro do Futebol. O ingresso é único e inclui as duas atividades.

Museu do futebol brasileiro


Museu Brasileiro do Futebol (MBF) está localizado nas dependências do Mineirão e o acervo é composto por objetos relacionados desde à época da construção e inauguração do estádio aos dias atuais. As peças do museu estão distribuídas entre salas temáticas e descontraídas, seguindo uma ordem cronológica. Algumas destas salas permitem a interação dos visitantes com as obras, através de vídeos, jogos e totens interativos, por exemplo.

As primeiras salas do Museu Brasileiro do Futebol são dedicadas à história da construção de Belo Horizonte e do Mineirão. Construído na década 60, o empreendimento contou com a participação de engenheiros, arquitetos, políticos, operários, imprensa, entidades esportivas e população de Minas Gerais. O Mineirão foi considerado na época o segundo maior estádio de futebol do Brasil e do mundo. Atualmente, estas posições são ocupadas pelo Estádio Mané Garrincha, em Brasília, e pelo S alt Lake Stadium, na Índia. O Mineirão caiu para a quinta posição dos maiores estádios brasileiros.

Na sala “Mineirão: Construção e Inauguração” estão expostos alguns itens da inauguração do estádio em 1965, como faixas, fotografias e placas de homenagens. As demais salas dedicam espaço aos jogos já realizados no estádio. Na “Sala das Fichas” estão expostas fichas de registros de aproximadamente 4 mil jogos disputados por lá, desde a inauguração até junho de 2010. Já na sala “Mineirão em Atividade” há bandeiras doadas por times que jogaram no estádio, além de outros objetos dos primeiros anos de funcionamento do estádio.

Entre 2010 e 2012 o Mineirão passou por uma significativa reforma para se adequar aos padrões necessários para a realização dos jogos da Copa do Mundo FIFA de 2014 e, desde então, passou a ser administrado pela Minas Arena. As obras se estenderam por todas as dependências do estádio, incluindo a área externa, onde foi construída a Esplanada do Mineirão , local utilizado para a realização de shows e eventos, além de permitir que o público pratique esportes.

Skate, patins, bicicleta, corrida e caminhada são as modalidades mais praticadas. O processo de remodelação do estádio está documentado com fotos no Museu Brasileiro do Futebol, na sala “O Novo Mineirão”. Na “Sala das Confederações” o visitante encontra uma maquete do novo Mineirão, além de camisas de seleções e imagens que relembram a Copa das Confederações FIFA de 2013, já que o estádio também sediou alguns jogos na ocasião.

As demais salas exploram o assuntos futebol de uma forma geral, incluindo ainda dados históricos e curiosidades sobre o esporte. Na sala “ABC do Futebol” os visitantes conhecem as regras e expressões usadas no futebol, além de acompanhar a evolução do mesmo com o passar dos anos e na sala “Os Imortais do Futebol” são apresentadas biografias de algumas personalidades do futebol brasileiro, incluindo jogadores e técnicos.

Bastidores

O tour guiado aos bastidores do Mineirão é realizado em grupos e na companhia de um educador do Museu Brasileiro do Futebol. O trajeto pelos bastidores do estádio tem duração aproximada de uma hora e pode sofrer alterações, caso tenha eventos e demais programações sendo realizadas no local. Mas, basicamente, os visitantes conhecem áreas restritas que são utilizadas por jogadores e imprensa nos dias de jogos.

No tour aos bastidores do Mineirão, os principais locais que os turistas podem conhecer são o vestiário, área de trabalho da imprensa, Mineirão Tribuna  (uma área reservada, com vista privilegiada do gramado e com espaço de entretenimento em dias de jogos), áreas premium, arquibancadas, bancos dos jogadores reservas e um pedacinho restrito do gramado.

O visitante pode tirar fotos com dois itens decorativos da Copa do Mundo FIFA de 2014, a 
Brazuca e o Fuleco. Afinal, o Mineirão é um dos estádios brasileiros que sediaram os jogos da Copa do Mundo FIFA de 2014. Inclusive, foi o local da histórica derrota do Brasil para a Alemanha nas semifinais, conhecido como Mineiraço. Como esquecer o 7 x 1?! Após visitar o Museu Brasileiro do Futebol e os bastidores do Mineirão a dica é estender o passeio e caminhar pela Esplanada.

Informações úteis

Horários de funcionamento: Terça-feira das 09h00 às 20h00, com permanência até às 21h00. Quarta a sexta-feira das 09h00 às 17h00, com permanência até às 18h00. Sábado e domingo das 09h00 às 13h00, com permanência até às 14h00. O Museu Brasileiro do Futebol e as visitas ao estádio não funcionam em feriados. Os valores dos ingressos são R$20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). O ingresso é único e válido para os dois espaços (estádio e Museu Brasileiro do Futebol)

A bilheteria comercializa ingressos apenas para visitação no dia vigente. Crianças até 3 anos e guias de turismo credenciados não pagam entrada. Meia entrada para menores de 21 anos, estudantes, professores, maiores de 60 anos e pessoas com necessidades especiais.

Em dias de jogos e eventos, o MBF e as visitas ao Mineirão funcionam em horário diferenciado, podendo ser canceladas, conforme o caso.  As visitas ao estádio acontecem de hora em hora e têm capacidade máxima de 40 pessoas por horário. Grupos acima de 10 pessoas deverão fazer agendamento prévio pelo telefone (31) 3499-4312, (31) 3499-4304 ou pelo e-mail: educativo@estadiomineirao.com.br.

Para visitas em grupos inferiores a 10 pessoas, basta se dirigir à recepção do museu e adquirir o ingresso para o dia vigente, mediante disponibilidade de ingressos. As áreas do estádio destinadas às visitas podem sofrer alterações, devido a eventos no local. As fotografias e filmagens não comerciais são liberadas, sem uso do flash.

Não é permitido entrar com bolsas, mochilas e similares no museu. No local há armários gratuitos, com chave, para os visitantes guardarem seus pertences pessoais. Não é permitido fumar nas dependências do MBF e do estádio. Não é permitido o consumo de alimentos e bebidas no interior do museu. Acessibilidade para pessoas necessidades especiais.

Em dias que não há eventos no estádio, costuma ser bem tranquilo encontrar vagas na rua para estacionar. Já estacionamos na A. Presidente Carlos Luz, próximo à Escola de Veterinária da UFMG e na Av. Coronel Oscar Paschoal. 

Esplanada do Mineirão recebe os visitantes diariamente de 07h00 às 22h00. O horário está sujeito a alterações devido a festas e eventos.

Mineirão adota medida sustentáveis na estrutura e nas ações, como o uso de energia solar, reaproveitamento de resíduos e de água da chuva.

O tradicional feirão de carros no Mineirão ocorre todos os domingos, das 06h00 às 13h00.


Palmas e Jalapão são contemplados com o programa Investe Turismo


Objetivo do programa que conta, inicialmente, com R$ 200 milhões, é acelerar o desenvolvimento, aumentar a qualidade, a competitividade e gerar empregos em Rotas Turísticas Estratégicas do Brasil.
Ministro do Turismo discursa em cerimônia de apresentação do programa, em Brasília. Foto: Roberto Castro/MTur

Um grupo composto por cento e cinquenta e oito municípios brasileiros será o primeiro contemplado com um pacote de ações de investimentos, incentivos a novos negócios, acesso ao crédito, marketing, inovação e melhoria de serviços voltados para o setor de Turismo. Trata-se do Programa Investe Turismo.
A iniciativa, desenvolvida conjuntamente pelo Ministério do Turismo, o Sebrae e a Embratur, tem por meta unir setor público e iniciativa privada para preparar e promover a competitividade de 30 rotas turísticas estratégicas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal. O investimento inicial será de R$ 200 milhões.
Palmas. Divulgação/Governo do Tocantins
No Tocantins, as regiões turísticas de Palmas e Jalapão (Mateiros, Ponte Alta do Tocantins e São Félix do Tocantins) foram as contempladas com o programa.
A ideia é que os projetos a serem implementados aumentem a qualidade da oferta turística das rotas selecionadas em todas as regiões brasileiras.
Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, o Investe Turismo muda a lógica de atuação no setor. “Se sozinhos temos um orçamento enxuto, quando unimos forças temos um mundo de oportunidades. Vamos provocar uma transformação na gestão do turismo nessas rotas estratégicas, ampliando o fluxo de turistas nesses destinos e a geração de negócios, empregos e renda por meio do turismo”, ressalta o ministro.
As rotas turísticas selecionadas receberão um pacote de ações organizadas em quatro linhas de trabalho que vão desde o fortalecimento da governança, por meio de uma agenda estratégica entre setor público e privado; a melhoria dos serviços e atrativos turísticos, com foco especial nas micro e pequenas empresas; marketing e apoio à comercialização, por meio de campanhas, produção de inteligência mercadológica e participação em eventos estratégicos; e a atração de investimentos e o apoio ao acesso a linhas de crédito e fontes de financiamento. 
Além disso, o programa também possibilitará a entrega de um Plano Integrado de Posicionamento de Imagem do Brasil, um Plano Nacional de Atração de Investimentos e a implantação de um Mapa do Turismo Inteligente. Prevista no Plano Nacional de Turismo 2018/2022, a primeira ação tem como foco identificar e definir um novo posicionamento do Brasil como destino turístico. Por meio de uma plataforma online, o mapa vai identificar e georreferenciar iniciativas inovadoras de empresas, instituições e órgãos públicos do setor de turismo nas 27 Unidades da Federação.
Gerar ambiente propício ao surgimento de novos negócios também é um resultado prioritário do programa. Segundo o diretor-presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, a parceria vai trazer ganhos inéditos para a economia turística:
"Estamos trabalhando duro para a retomada do crescimento. Tudo está sendo feito para que o Brasil tenha um terreno fértil, capaz de dar condições para que os pequenos negócios brotem. A parceria Ministério do Turismo, Sebrae e Embratur é prova disso. Vamos apoiar o Governo Federal, focando em setores chave para o desenvolvimento do turismo. Somente assim conseguiremos que os negócios não apenas nasçam, mas também cresçam saudáveis", afirma Melles.
AÇÕES – Um conjunto de ações estão previstas pelo programa, que agrega a interlocução de gestores públicos, lideranças empresariais e membros dos conselhos municipais e instâncias de governança regionais de turismo em um plano de gestão focado em uma agenda integrada para o desenvolvimento de cada região. Realização de visitas técnicas nacionais e internacionais para identificar as melhores práticas de inovação e qualificação dos produtos e serviços turísticos também está no escopo do trabalho que será realizado pelo Investe Turismo.
Ainda dentro das ações propostas estão parcerias para melhorar e ampliar a cobertura de internet em destinos estratégicos; apoio aos movimentos de intervenções criativas de espaços públicos (a exemplo do movimento Urban Hacking), cartilha para investidores com um passo a passo sobre como implantar empreendimentos turísticos, além de seminários em cada rota turística estratégica. Com o intuito de apresentar todos os projetos que serão desenvolvidos em cada localidade, o primeiro encontro está previsto para 3 de junho, em João Pessoa (PB).  

O QUE SÃO AS ROTAS? - No Programa Investe Turismo, uma rota turística estratégica é o agrupamento da oferta turística de um ou mais municípios, para fins de planejamento, gestão, atração de investimentos, promoção e comercialização turística.
Dentre os critérios utilizados estão a participação no município no Mapa Brasileiro do Turismo 2018 nas categorias A, B, C ou D; ter destinos já promovidos em âmbito nacional pelo Ministério do Turismo e pelo menos um consolidado no mercado internacional; e ter patrimônios mundiais da humanidade, eleitos pela Unesco, nas rotas contempladas. Também foram considerados aspectos como acesso, conectividade, venda conjunta e existência de projetos de consolidação das rotas como produto turístico.

Conselho Nacional da Abrajet reúne-se em Piratuba-SC



A primeira reunião anual do Conselho Nacional da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (ABRAJET) será no dia 28 de junho, na cidade de Piratuba, Santa Catarina. O encontro acontecerá no Hotel Termas de Piratuba. Situada às margens do Rio do Peixe, próximo à divisa com o Rio Grande do Sul, Piratuba é o principal polo turístico do Oeste Catarinense. 



sábado, 25 de maio de 2019

Escritor e jornalista Edvaldo Rodrigues é oficializado patrono do maior evento cultural do Tocantins

Com informações de Karolinne Rodrigues

A organização da 38ª Semana da Cultura e II FlIP – Feira Literária Portuense anunciou como o escritor e jornalista Edvaldo Rodrigues, durante o lançamento do evento, no pátio interno do museu municipal, na manhã do dia 24 de maio. Produzido pela Secretaria de Turismo e Cultura do município, a Semana da Cultura de Porto Nacional, o maior evento cultural do estado, acontecerá entre os dias 19 e 23 de junho no Espaço Cultural da Avenida Beira Rio.

Divulgação

O jornalista, historiador e escritor Edivaldo Rodrigues foi oficializado, por indicação da ALAPORTO - Academia de Letras e Artes de Porto Nacional, como o Escritor Regional e será homenageado, no qual são esperados cerca de 70 autores, que lançarão obras abrangendo várias vertentes literárias, como poesia, romance, memórias, contos, crônicas e cordel, além de livros técnicos e coletâneas de artigos científicos.

Edvaldo Rodrigues. Divulgação

Décimo segundo livro 

Na 38a Semana da Cultura de Porto Nacional, Edivaldo Rodrigues lançará o romance “A Longa Travessia”, que se juntará às suas outras obras literárias: “AS CRÔNICAS DO PARALELO 13” – (Crônicas – 2002), “PEDRAS DE FOGO” – (Romance – 2003), “...PELAS RUAS E BECOS DE PORTO NACIONAL” – (Crônicas -2004), “REMINISCÊNCIAS DE UMA CIDADE PERDIDA”, (Crônicas – 2007), “UM CONTADOR DE CAUSOS” – (Crônicas – (2008), “ANA RODRIGUES: UM EXEMPLO DE VIDA ENTRE DORES, FLORES E SABORES” – (Memórias – 2010), “O ASSASSINATO DO PRESIDENTE” – (Romance 2012), “ASAS DE PEDRAS” – (Crônicas – 2013), “TERRA DE CORONÉIS” – (Romance – 2015), “PONTAL” – (Romance – 2016) e “A IRMÃ DE DEUS” – (Crônicas – 2017).

“A Longa Travessia”

“A Longa Travessia”, a 12ª obra literária de Edivaldo Rodrigues, consolida por definitivo sua trajetória como um dos mais importantes romancistas do Tocantins. Neste novo livro, o celebrado literato tocantinense abre as janelas da história e nelas magnetiza nossos olhos em uima viagem secular, principiada no período das Entradas e Bandeiras, onde surgiu o explorador Antônio Sanches que, na primeira metade do século XVIII, partiu do Sul da Província de Goiás numa épica viagem em direção ao Norte desabitado e desprotegido, e ali fundou o Arraial de Bom Jesus do Pontal.

Anos depois, já sendo o Pòntal uma localidade em franco crescimento, Antônio Sanches, seus familiares e seguidores foram dizimados pelos índios Xavantes e Xerentes. Após este conflito sangrento, o barqueiro lusitano Félix Camoa acolheu os poucos sobreviventes e, perto de sua morada, na margem direita do rio Tocantins, ousou como líder e, então, preparou a formação de um núcleo habitacional que resultou, quase trezentos anos depois, na pujante Porto Nacional de hoje, que continua atravessando a linha do tempo em busca do futuro prometido por aqueles lendários homens e seus ideais.
   
Narrativa inventiva

Nesta obra literária, o escritor portuense demostra ser, por definitivo, um dos mais celebrados autores do Tocantins. Esta certeza se confirma na explosão de sua narrativa inventiva, na qual personagens fictícios e reais enriquecem as páginas de sua 12ª obra, que é singular. Nela, ele nos guia através da linha do tempo e, numa trama envolvente, contextualiza quase três séculos de história, apresentando em detalhe os combates sangrentos envolvendo índios e exploradores, os amores e desamores da sociedade de então, a construção da fé, alguns assassinatos perturbadores, o embate entre os poderosos, a ganância pelo ouro e pela terra, e, sobretudo, o idealismo e a determinação de lendárias figuras humanas que fundaram o Arraial de Bom Jesus do Pontal, a célula mater que possibilitou o nascimento da pujante Porto Nacional do presente, que segue soberana rumo a um futuro de cidadania plena.

quinta-feira, 23 de maio de 2019

ANAC APROVA CONCESSÃO DA AIR EUROPA NO BRASIL


Empresa do grupo empresarial da Air Europa é a primeira companhia aérea internacional a se constituir no País com 100% de capital estrangeiro]

Divulgação

A Diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou na tarde desta quarta-feira (22/5) a concessão de exploração de serviço regular de passageiros à Globalia Linhas Aéreas Ltda, grupo que administra a Air Europa. Trata-se da primeira aérea internacional a solicitar outorga para constituição de empresa com 100% de capital estrangeiro em operação regular de passageiros no país.

Com a aprovação, e após a emissão do Certificado de Operador Aéreo, a empresa poderá atuar também no mercado doméstico brasileiro. Hoje, a Air Europa já opera em rotas internacionais, partindo e chegando no país dos aeroportos de Salvador e Recife para Madrid.

Publicado nesta quarta-feira, 22/5, a concessão da empresa ocorreu na vigência da MP 863, que permite o investimento de até 100% de capital estrangeiro em empresas aéreas.

A companhia aérea de baixo custo espanhola Air Europa Líneas Aéreas, fundada em 1986, com sede na cidade de Palma de Mallorca, é a divisão aérea do grupo Globália.

A rede de voos da Air Europa abrange uma grande pare do território nacional espanhol, assim como destinos europeus e do Norte da África (Paris, Milão, Roma, Veneza, Lisboa, Tunísia, Marraquexe, etc), transoceânicos (Brasil, Argentina, Peru, Cuba, México, República Dominicana, Venezuela, Miami e Nova Iorque).


quarta-feira, 22 de maio de 2019

FESTIVAL PANAMERICANO DE CÃES É ATRAÇÃO EM MARITUBA




A cidade de Marituba, região metropolitana de Belém, vai assistir dia primeiro de junho, o Festival Kcepa Panamericano de cães. O evento é promovido pelo Kennel Clube do Estado do Pará, com objetivo de divulgar a cultura da Cinofilia, que se caracteriza pelo amor aos animais e estudos sobre melhoramento da genética das raças. 

A programação reúne quatro exposições gerais de animais e duas exposições especializadas para análise dos juízes. Segundo Guto Moraes, presidente do Kennel Clube do Pará, o público vai conferir o melhor dos cães de guarda e força e de companhia. A competição abre às 8h, no ginásio de esportes de Marituba, na rodovia BR-316.

O festival também reúne programação paralela com cursos e palestras. A previsão é que duas mil pessoas participem do evento. O Kennel Clube é uma entidade civil, sem fins lucrativos, subordinada à Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), sediada no Rio de Janeiro. Estas entidades administram o registro e promovem eventos com o intuito de fomentar e difundir a prática da criação de animais de raça pura no Brasil.

No Pará, o segmento é próspero com mais de 30 anos de existência. O Estado tem bancos de sêmen de cães de raça pura, de alto valor genético, sendo fornecedor de animais para planteis das forças de segurança pública. Durante o evento, em Marituba, o público vai poder conferir a exibição e a beleza de cães nacionais e estrangeiros. Os destaques são para as raças Pastor Alemão e Pastor Belga Malinois, utilizados na segurança pública, e Buldogue Francês, como raça preferida de cães de companhia.

O festival tem apoio da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e Universidade Federal do Pará (UFPA), Campus de Castanhal. Haverá ainda estandes com produtos e serviços sobre o bem-estar animal, curso Handler (adestrador) e Grooming (tosa especial) palestras sobre raças, a partir do dia 27 de maio. Qualquer pessoa pode participar do festival. A entrada é gratuita no ginásio de Marituba, a partir das 8h da manha.

Informações
Assessoria de imprensa
Selma Amaral – 98297-5765
Nélio Palheta – 98517-9610

Organização
Kennel Clube do Estado do Pará
Apoio: Grupo Gurpo Midi@4





Governo do Tocantins realiza reuniões com trade turístico em Macau


Objetivo foi levar informações sobre os atrativos do Estado como opção de destino para turistas asiáticos e de Macau - Governo do Tocantins

O presidente da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), Tom Lyra, anunciou nesta terça-feira, 21, que realizou reuniões de cooperação turística entre Macau e Tocantins.
A delegação, chefiada pelo presidente da Adetuc, realizou uma série de atividades que foram conduzidas em Macau para proporcionar informações dos atrativos turísticos do Tocantins enquanto opção de destino turístico. A comitiva tocantinense apresentou para as autoridades do território de Macau um espetáculo de vídeos dos atrativos do Tocantins, e falou sobre a história das cidades e do Estado, falou também das importantes ligações por conta da língua portuguesa entre Macau, Brasil e o Tocantins, por isso buscou o desenvolvimento turístico do Tocantins como uma opção de destino para os turistas asiáticos e de Macau.
Macau também pode ser o destino internacional turístico para os tocantinenses por conta da facilidade do idioma.  A Associação Macauense de Agências de Viagens e Turismo, disse que Macau foi um dos  Destinos preferidos em  2019. Razões pelas quais levaram a Direção dos Serviços de Turismo de Macau a organizar a reunião denominada “para o Tocantinense Sentir-se em Macau e vice-versa”, onde vão divulgar os atrativos do Tocantins nas agências locais e vice-versa.
Indicadores
Macau registrou mais de 35,8 milhões de turistas em 2018, um aumento de 9,8% em relação a 2018. A esmagadora maioria dos visitantes de Macau é do interior da China (25 milhões), um aumento na ordem dos 13,8%.

Região do Jalapão ganha instância de governança e roteiro do turismo de base comunitária


Região do Jalapão ganha instância de governança e roteiro do turismo de base comunitária - Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins

Os atrativos naturais mais conhecidos do Jalapão estão ganhando novos reforços, tanto em sua gestão quanto no receptivo. Entre esta terça, 21 e quinta, 23, representantes de seis operadoras de turismo e da Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) estarão na região para duas importantes ações. A primeira é a apresentação do turismo de base comunitária na Comunidade Quilombola do Prata, e a segunda a reestruturação da instância de governança da Região Turística Encantos do Jalapão.
Representantes de quatro empresas de Palmas e duas de São Paulo conheceram a representação do turismo de base comunitária na Comunidade Quilombola do Prata - Adetuc/Governo do Tocantins

Projeto iniciado pelo Governo do Estado, por meio da antiga Agência de Desenvolvimento do Turismo (Adtur), executora do planejamento inicial e das oficinas participativas, o Turismo de Base Comunitária no Prata teve sua segunda etapa realizada pelo Instituto Meio, de São Paulo, com financiamento do Fundo Socioambiental Caixa, que realizou capacitações em áreas diversas, como gerenciamento, receptivo, manejo de alimentos, além de investimentos em um site de divulgação na estrutura.
Hoje o Prata possui o Restaurante Sabor do Quilombo e acomodações para receber até 30 pessoas em seis residências da comunidade. Representantes de quatro empresas de Palmas e duas de São Paulo terão oportunidade de conhecer o resultado deste trabalho, com possibilidade de inclusão da Comunidade do Prata em seus roteiros destinados aos turistas que visitam o Jalapão e buscam uma maior conexão com os moradores da região.
Fórum Regional
Nesta quarta-feira, 22, a reunião ocorrerá na região do Bico do Papagaio e será realizada, a partir das 14h no Sebrae de Araguatins. - Marcelo Prado/Governo do Tocantins



Visando a participação no Programa de Regionalização do Turismo – Roteiros do Brasil, do Ministério do Turismo, a Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) está fomentando a reinstalação das Instâncias de Governança Regionais nas sete regiões turísticas do Tocantins. Encantos do Jalapão será o terceiro beneficiado com a criação do Fórum Permanente local, durante
reunião no dia 23, em São Félix. São aguardados representantes de oito municípios, associações e empresas locais, que definirão os integrantes da diretoria provisória e as primeiras ações da entidade.
Em Araguaina, ocorreu nesta terça-feira, 21, a reunião para formação de Instância de Governança  da região turística vale dos Grandes Rios. E nesta quarta-feira, 22, a reunião ocorrerá na região do Bico do Papagaio e será realizada, a partir das 14h no Sebrae de Araguantins.

O Fórum é um espaço democrático que serve de instrumento de comunicação, debate, intercâmbio, articulação, ajuda mútua na solução de dúvidas e problemas, bem como articulação política, social, cultural e econômica, podendo gerar projetos e atividades coletivas

Governo do Tocantins participa da maior feira de Turismo da China


Presidente da Adetuc, Tom Lyra, participou na ITB “Dia do Turismo Tocantins na China”, evento que visa aproximação e também estreitar o relacionamento com o trade chinês para gerar negócios - Adetuc/Governo do Tocantins 

A China é o principal emissor de turistas pelo mundo. Em 2018, mais de 135 milhões chineses viajaram entre duas fronteiras, mas apenas 61,2 mil visitaram o Brasil. Atenta a esta lacuna e oportunidade de crescimento a Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) tem promovido ações de aproximação visando a abertura deste mercado.
Tocantins participa da maior feira de Turismo da China - Adetuc/Governo do Tocantins

Na última sexta-feira (17), em Xangai, o presidente da Adetuc, Tom Lyra, participou na ITB do “Dia  do Turismo Tocantins na  China”, evento que visa aproximação e também estreitar o relacionamento com o trade chinês para gerar negócios.
Na oportunidade, a Adetuc realizou apresentação sobre o Destino Tocantins, voltada para os operadores e autoridades governamentais da China. A apresentação, além de ressaltar a amizade histórica entre os países, enfatizou destinos que o Tocantins oferece, em particular, segmentos de ecoturismo e cultura.
Autoridades de 15 destinos da região e 32 profissionais chineses se reuniram com o presidente da Adetuc para trocar experiências - Adetuc/Governo do Tocantins

O “Dia do  Turismo do Tocantins na China 2019 – Belo Tocantins: O charme dos Rios e grandes lagos”, foi apresentado a autoridades de 15 destinos da região e 32 profissionais chineses, que se reuniram com o presidente da Adetuc para trocar experiências. O anfitrião do evento foi Zhu Zhenduo, manager of  Bussines Attracyion Department  internacional e Cooperação do Ministério da Cultura e Turismo da República Popular da China, e contou com a presença de empresários Tocantinenses.
O presidente da Adetuc, Tom Lyra , destaca que a agência reconhece a importância da China no setor de turismo, tanto que, em 2019 , o país foi incluído na lista de mercados considerados estratégicos para a promoção dos produtos e destinos turísticos brasileiros no exterior.

“O Governador Mauro Carlesse tem promovido ações para estimular a vinda de mais turistas chineses ao Tocantins , o que proporciona entrada de divisas e geração de empregos e renda . Recentemente foi ampliada para cinco anos a validade do visto para o turista chinês que deseja visitar o Brasil e o procedimento para solicitação do documento foi simplificado”, afirma Tom Lyra.
Este ano, a Adetuc promoveu a missão tocantinense voltada especificamente para  atrair o turista  da China para o  Tocantins com o fortalecimento de ações , para promoção de roteiros integrados. Jalapão, Cantão, Serras Gerais e  Grandes rios e lagos foram apresentados especialmente por ser  destinos que podem ser compartilhados entre os dois parceiros estratégicos e com grande potencial para o Ecoturismo e o Turismo de Natureza, segmentos que agradam o perfil do turista chinês.
Governo do Tocantins tem promovido ações para estimular a vinda de mais turistas chineses ao Estado, o que proporciona entrada de divisas e geração de empregos e renda - Adetuc/Governo do Tocantins



“Agora em maio, o nosso interesse em levar o estande do Tocantins para a ITB Xangai, que é a maior feira de turismo do continente asiático, foi  com ideia de buscar esse  público para fechar negócios com as nossas  receptivas agências”, diz o presidente da Adetuc.
Estão sendo promovidos também roadshows em Dubai, Doha, Shanghai, Hong Kong, Pequim, com a presença de mais de 600 representantes de empresas do trade turístico chinês. Destinos e atrativos do Tocantins foram apresentados as empresas, operadores, emissivos, agências governamentais, agências de turismo e companhias aéreas chinesas.
Além do Jalapão, outros destinos que também são demandados pelo público chinês, foram apresentados ao trade como é o caso do Vale dos grandes rios e lagos, conhecidos por oferecer atrativos com foco nos segmentos de Ecoturismo e Turismo de Aventura.
Também este ano, o presidente da Adetuc lançou o novo produto “Mercado para China”, com informações específicas do turismo tocantinense. O material foi desenvolvido pela Secretaria da Comunicação (Secom) com o intuito de aumentar a compreensão sobre os atrativos Tocantinenses para facilitar a atuação no mercado. Os vídeos, com as características gerais sobre os atrativos, estão disponíveis em pen drive a todo o trade chinês
Segundo Lyra, a ideia do documento visa subsidiar o trade internacional com informações do Tocantins e vice e versa , para que as empresas  entendam as tendências e oportunidades daquele país e atendam às exigências dos turistas chineses.
Para ele, a participação na “Dia do Turismo do Tocantins na China” e todas as ações em andamento, como o trabalho com o trade chinês, a possibilidade de abertura de mais voos, estímulo ao público final com aumento na promoção e o avanço na aproximação, do governo do Estado e setor privado, entre Tocantins e China podem gerar grandes resultados para o turismo.
“A China é, desde 2009, o principal parceiro do Brasil no comércio exterior. A corrente de comércio alcançou US$ 74,8 bilhões no ano passado. Chegou a hora de também aprofundarmos nossos laços na indústria do turismo. A Adetuc vislumbra um grande potencial para que mais chineses conheçam o Tocantins e se encantem com nossa natureza, povo e cultura”, conclui.


sexta-feira, 17 de maio de 2019

Seccionais da Abrajet do sul do país realizam o 13º Fórum de Turismo


Durante o evento ocorreu a posse festiva da nova diretoria da Abrajet Santa Catarina, presidida pelo jornalista Gilberto Gonçalves

Divulgação

Os três presidentes das seccionais da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet) dos estados do sul do país, realizaram no dia 15 de maio o 13º Fórum de Turismo, promovido pela seccional de Santa Catarina. Durante o evento ocorreu a posse festiva da nova diretoria da Abrajet de Santa Catarina, assumindo a presidência, por dois anos, o jornalista Gilberto Gonçalves.

Divulgação

A solenidade aconteceu no Hotel Internacional Gravatal. Estavam presentes o presidente da ABRAJET Nacional, Evandro Novak, o presidente da ABRAJET-RS, José Carlos Mello D’Ávila, e o presidente da ABRAJET-PR, Jean Luiz Féder.

No dia anterior, as três ABRAJETs e a Nacional realizaram uma reunião onde, mais uma vez, alinharam pontos de vista e ações, como, também, apoiaram a Nacional na promoção da reunião do Conselho Nacional em Piratuba, de 27 a 30 de junho.

A expectativa dos três presidentes da ABRAJETs do Sul é que todas as seccionais compareçam para que se possa unir a Associação e dar a ela novos rumos, com trabalho e transparência.

terça-feira, 14 de maio de 2019

Natureza e Aventura: Roteiros na região das Serras Gerais do Tocantins incentivam o turismo

Região sudeste do Tocantins conta com diversos atrativos ecológicos e culturais e faz parte da maior cadeia de serras do Brasil

Tamires Rodrigues/Governo do Tocantins

Canion Encantado fica localizado no município de Almas no Tocantins - Thiago Sá/Governo do Tocantins

As Serras Gerais circundam uma região com cavernas, desfiladeiros, cachoeiras e rios de águas cristalinas, oferecendo um ecoturismo em áreas preservadas, com aventura e segurança. Possibilitando também o turismo histórico e cultural, no qual o turista tem a chance de conhecer a trajetória do desenvolvimento das cidades, com uma culinária diversificada, variedade de festas religiosas e arquiteturas coloniais.

Localizada na região sudeste do Tocantins, entre os municípios de Aurora e Taguatinga, sendo eles Almas, Aurora, Dianópolis, Natividade e Rio da Conceição. O período de viagem entre Palmas e Natividade, que é a primeira cidade da região das Serras Gerais, é de aproximadamente duas horas.

Roteiros

Cachoeira do Cavalo Queimado fica no município de Dianópolis - Luciano Ribeiro/Governo do Tocantins

Os roteiros oferecidos pelas agências de turismo para a região das Serras Gerais variam de três a dez dias, com diversas opções de passeios contemplando as piscinas naturais e cachoeiras em regiões de fauna e flora preservadas. O roteiro contempla também quem está à procura de aventura com as travessias de cachoeiras, trilhas ecológicas, stand up, caiaque e mirantes com vistas panorâmicas.
Segundo Fernanda Castro, que é dona de uma agência de turismo que disponibiliza roteiros para as Serras Gerais, informou que são recomendáveis seis dias de itinerário para conhecer bem a região. “Os atrativos são bem conservados com biomas diferentes. Nos roteiros, o turista encontra em um momento o cerrado bem definido e, logo após, uma mata bem fechada e densa”, informou.

Gruta da Lua do Sabiá tem  tem mais de uma dezena de salões - Crédito da Foto: Governo do Tocantins

Nos pacotes turísticos, a média de preço dos pacotes tem variação de R$ 380 a R$ 1.500, incluindo transporte, hospedagem e entrada nos atrativos, sendo possível também a contratação somente do guia. O turista que deseja realizar os passeios na região deve ir preparado para os diferentes biomas, com equipamentos de trilha, roupas e calçados confortáveis.

Descida de boia cross no rio Manuel Alves no Tocantins - Tharson Lopes/Governo do Tocantins

O pacote de três dias tem em seu roteiro travessias nas cachoeiras de Rio da Conceição, visita à Lagoa da Serra, onde é possível realizar stand up e o circuito Boia Cross.

O de cinco dias conta com a programação de Rio da Conceição, como também com visita ao Rio Azuis e Cachoeira da Sombra, em Aurora do Tocantins. No município de Almas o roteiro passa pelo Cânion Encantado com quatro quedas d’água simultâneas com mais de 70 metros de altura, com opções de trilha aquática e por terra; e no município de Dianópolis é possível visitar as trilhas no Vale Encantado e ver o pôr do sol na Fortaleza dos Guardiões.

Com uma extensão de apenas 147 metros, o rio Azuis é considerado como o menor rio do Brasil e da América Latina e o terceiro menor rio do mundo, segundo o Guinness Book - Aldemar Ribeiro/Governo do Tocantins

No Facebook e Instagram é possível encontrar opções de hospedagem, agências e guias turísticos pesquisando por Serras Gerais do Tocantins. Os destinos mais procurados são o Rio Azuis, no município de Aurora, e a Lagoa da Serra, em Rio da Conceição, atrativos que são de fácil acesso e com atividades para todas as idades. É possível encontrar fotos dos destinos pesquisando pelas hashtags #serrasgeraistocantins e #visiteoTocantins.

De água transparentes, a Lagoa da Serra fica no município de Rio da Conceição no Tocantins - Tharson Lopes/Governo do Tocantins

Incentivo ao Turismo

A Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc) tem trabalhado na inclusão da região das Serras Gerais no Programa de Regionalização do Turismo, programa do Ministério do Turismo que tem o intuito de desenvolver o turismo nas regiões do Brasil, trabalhando de forma descentralizada para revelar e estruturar destinos turísticos mais qualificados e competitivos. Ações para que o desenvolvimento local e regional do turismo tenha produção de benefícios direcionados às comunidades locais.

A Adetuc tem auxiliado também no cadastro das agências de viagens, hotéis e guias da região no Cadastur (https://cadastur.turismo.gov.br), sistema do Ministério do Turismo que reúne os prestadores de serviços turísticos, trabalhando no desenvolvimento e supervisão dos serviços oferecidos em todo o Brasil. O cadastro tem como finalidade auxiliar no processo de planejamento de captação de recursos dos prestadores de serviços, garantindo também seus direitos trabalhistas.

O Morro do fumo fica na Estação Ecológica da Serra Geral, em Rio da Conceição - Zé Paiva/Governo do Tocantins
 
Em incentivo ao turismo nas Serras Gerias, houve a parceria entre a Adetuc, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-TO)  e as prefeituras dos oito municípios próximos à região. Assim foi criado o Comitê Gestor do Desenvolvimento do Turismo Municipal, que viabilizou a formação de circuitos turísticos incluindo as cidades da região, pensando na sustentabilidade, possibilitando a inclusão de quem mora nos municípios.

sábado, 11 de maio de 2019

Aos 30 anos, Palmas se firma como destino turístico


Seleucia Fontes

A Capital mais jovem do País comemora 30 anos no dia 20 de maio e deixa de ser apenas porta de entrada para o turista que visita o Tocantins; qualidade de vida e atrativos naturais são seus cartões de visita.

Foto Secom/Palmas

Ao vislumbrar Palmas de dentro de um avião, o viajante já tem seu primeiro impacto. Em meio a um Cerrado com árvores retorcidas e terra vermelha avista-se a cidade, a oeste banhada pelas águas calmas do “Lago de Palmas”, e a leste, marcada pelo verde exuberante e contornos das serras do Lajeado e do Carmo. A área que até 1988 fazia parte do Estado de Goiás e se dividia entre três fazendas, em apenas um ano daria vida a uma cidade bela, organizada e com ínúremos potenciais, hoje conta com uma população estimada em 292 mil habitantes.

Foi tudo planejado, em especial seu traçado em forma de cruz, formada por duas largas avenidas, Theotônio Segurado e Juscelino Kubitscheck (JK) – homenageando o primeiro governante a defender a autonomia do antigo norte goiano, há dois séculos, e o criador de Brasília –, tendo a Praça dos Girassois ao centro, reunindo os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Mas não se engane, Palmas tem um grande coração, que ultrapassa os limites do concreto dos prédios e das largas avenidas.

Palmas também é a cidade tocantinense com maior oferta de hotéis e restaurantes de qualidade, dois shoppings, centro de convenções, e se há alguns anos servia somente como acesso ao Jalapão e outras regiões turísticas famosas, hoje se firma como destino turístico de negócios, lazer, esporte e ecoturismo
.
Calor humano

A população palmense é formada por gente de todos os cantos do País, o que resulta em uma verdadeira colcha de retalhos culturais. Para o visitante, a percepção imediata é de um povo acolhedor, sempre disposto a mostrar Palmas como uma cidade receptiva.

Esse traço cosmopolita pode ser apreciado na gastronomia local, influenciada por pratos e sabores característicos de estados vizinhos, como Goiás, Maranhão, Pará e Bahia. Os restaurantes seguem o padrão da diversidade, com comida típica mineira, goiana, gaúcha, nosdestina, japonesa, chinesa... Nas praias, o que impera é o peixe, em especial o tucunaré e a caranha; a cerveja gelada está sempre presente, para aplacar o famoso calourão local, com vários estabelecimentos ofertanto opções artesanais e importadas.

Da mesma forma, a música tem sua pluralidade. A noite palmense oferece muitas opções de música ao vivo. Além de artistas tocantinenses cantando as canções da terra, é possível encontrar forró, samba, MPB, sertanejo, rock, rap.

Atrativos

Arraiá da Capital. Secom/Palmas

A cidade dispõe de atrativos para quem busca história, natureza, noites animadas. Localizada na região turística das Serras e Lago, Palmas está situada em uma planície. Suas principais festividades são o Arraiá da Capital, em junho, e o Festival Gastronômico de Taquaruçu, em setembro. O tradicional carnaval deu lugar ao Capital da Fé, considerado o maior evento gospel do País, atraindo católicos e evangélicos de várias regiões. Já os amantes dos esportes encontram o Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua, com competições ao longo do ano, e outras atividades que atraem atletas profissionais e amadores.

Para quem visita a cidade, é obrigatória uma parada na Praça dos Girassois e conhecer o Memorial Coluna Prestes, uma obra do ilustre arquiteto Oscar Niemeyer. O local homenageia a Coluna Prestes e a sua passagem pelo território tocantinense entre os anos de 1920 e 1930. A obra em concreto é marcada pelas curvas sinuosas, características de Niemeyer. A escultura em bronze do ‘Cavaleiro da Luz’, representando Luiz Carlos Prestes, foi criada pelo artista plástico Maurício Bentes. Ao seu lado, o Monumento 18 do Forte homenageia revolta militar ocorrida no Rio de Janeiro, em 1922.

Palacinho - visitas guiadas. Manoel Júnior

Localizado em uma das entradas da cidade, o Museu Histórico do Tocantins, mais conhecido como Palacinho, foi o primeiro edifício construído em Palmas e primeira sede do Poder Executivo do Tocantins. Hoje, reúne uma importante coleção de objetos artísticos e arqueológicos, étnicos, tradicionais e naturais. Construído em madeira, o prédio passará por revitalização neste ano.

Duas importantes áreas verdes, os parques Cesamar, na região sul da cidade, e dos Povos Indígenas, na região norte, são pontos de encontro dos moradores locais, que utilizam suas pistas de cooper e skate e quadras de esporte, bem como áreas de alimentação, para passeios em família e práticas esportivas que também podem, e devem, ser aproveitadas pelos visitantes.

Praias naturais


Praia do Caju. Secom/Palmas

Praia do Prata. /Secom/Palmas

Diferente de outras cidades do Estado, que aguardam o período da seca, entre maio e setembro, para ver surgirem suas praias naturais, Palmas conta com cinco praias pernamentes, graças ao lago. A Graciosa é a principal, com 520 metros de orla que comportam bares e restaurantes ideiais para aproveitar o entardecer, quadras de esporte, banheiros, playground, marina com atracadouro, píer e vista para a Ponte da Amizade. Também é nela que se realiza o Réveillon oficial da cidade, com shows e queima de fogos. A partir dela, pode-se chegar a Ilha do Canela, propriedade particular a 3 km da margem direita da Capital. Não menos belas e organizadas, as outras praias são o Caju, Prata, Arnos e Buritis. Todas com barracas de alimentação e fácil acesso.

Já os amantes do turismo ecológico encontram em Taquaruçu o destino ideal. Distante 32 km do centro, o distrito que já existia antes de Palmas oferece a calma das pequenas cidades de interior, com restaurantes e pousadas simples e acolhedoras. Recentemente, o Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Prefeitura lançou a marca turística do Destino Taquaruçu, com alusão aos frutos, receptividade dos moradores, sol, cachoeiras e valorização do meio ambiente.

Rapel na Cachoeira do Roncador, Taquaruçu. Thiago Sá

Taquaruçu (nome indígena que significa Taboca Grande) possui 82 cachoeiras catalogadas, sendo a do Rocador uma das mais belas e visitadas. Acessível por uma trilha de 1500 metros, passando por outra queda, a Escorrega Macaco, seu paredão de 70 metros é propício à prática do rapel e seu poço é um convite ao banho. A cachoeira do Evilson também apresenta condições parecidas, sendo que o visitante ainda pode aproveitar para almoçar uma legítima galinha caipira.

Aventura

Para quem busca velocidade e aventura, a pedida é a tirolesa com mais de 1500 metros e uma velocidade média de 60km/h de pura adrenalina. Considerada a 5ª maior tirolesa do país, seu ponto de partida fica na Chácara Pontal do Meio. E para deixar na memória um visual inesquecível da natureza local, a Pedra do Pedro Paulo exige um pouco de esforço, mas vale à pena chegar ao local para contemplar o vale.

Ainda voltado aos amantes dos esportes radicais, o parapente é praticado na região de Taquaruçu Grande. As decolagens são feitas na Serra do Carmo, acessível pela saída para a cidade de Aparecida do Rio Negro. São 11 km de estrada de chão até a rampa de decolagem, e há praticantes habilidatos a realizar voos duplos.

Acesso

Com capacidade para receber 370 mil passageiros/ano, o Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues recebe voos diários de quatro empresas aéreas de grande porte. O anúncio recente de redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) dos combustíveis para aviação de 14% para até 3% tem provocado o aumento no número de voos diretos a Brasília, São Paulo e Goiânia, e a partir de julho, a Azul oferecerá voos diretos para Recife. Também está em negociação a ligação direta com Manaus.

Ponte sobre o lago de Palmas. Arquivo Adetuc

Por via terrestre, o Estado é cortado pela BR 153, ou Belém-Brasília, o que facilita a ligação com todo o país. Já a rodoviária tem capacidade de embarque de 7 mil pessoas/dia, com ônibus para todas as capitais e maiores cidades.