Sebrae maio 1

Sebrae maio 1
Consultores

terça-feira, 10 de agosto de 2021

Aeroporto de Belo Horizonte vai a leilão

Por Sérgio Moreira

O Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, vai a leilão, conforme portaria publicada no dia 29 de julho. O leilão do terminal está previsto para acontecer no dia 5 de outubro, na Bolsa de Valores de São Paulo.


A portaria da Secretaria Nacional de Aviação Civil permitiu que o processo de concessão do Aeroporto da Pampulha siga por parte do governo mineiro, a quem a União delegou a exploração do terminal em junho de 2020.

O documento publicado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) ficará disponível para leitura por 60 dias. De acordo com o edital, pessoas jurídicas brasileiras, isoladamente ou reunidas em consórcio, podem participar do leilão. O estado apenas exigiu experiência em gestão aeroportuária, seja da empresa, consórcio ou de pessoas jurídicas.

A outorga fixa mínima, no sistema de concessão comum, é de R$ 9.846.905,08. Além disso, o edital prevê, ao longo do contrato, o pagamento anual ao estado de outorga variável, ou seja, um percentual da receita bruta do concessionário. O tempo de concessão está previsto para 30 anos.

O governo de Minas Gerais trabalha com a margem de R$ 151 milhões em investimentos no aeroporto por parte do vencedor do leilão, além da arrecadação de R$ 99 milhões em impostos federais, estaduais e municipais. A operação também deverá gerar o repasse de, aproximadamente, R$ 12 milhões para o estado.

A concessão do Aeroporto da Pampulha, no entanto, não deve representar concorrência ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Grande BH. Isso porque o terminal da região metropolitana recebe voos nacionais e internacionais - todos comerciais - e é considerada base operacional de algumas companhias aéreas.

Já o Aeroporto da Pampulha deve seguir atuando nos moldes atuais, recebendo voos executivos e fretados. O terminal abriga diversos hangares de táxi aéreo e de manutenção, como o da Azul Linhas Aéreas. A estrutura do aeroporto tem capacidade para 2milhões 200 mil de passageiros por ano.


Caminhos de São Tiago em Minas Gerais

Quem desejar fazer bela e encantadora caminhadas pelas Minas Gerais pode pegar a mochila e partir para o roteiro Caminho de São Tiago, rota turística que começa em Ouro Preto, na Região Central do estado, e termina em São Tiago, na Região do Campo das Vertentes, considerada a “terra do biscoito”.

São Tiago tem 11 mil habitantes. O início da caminhada do roteiro, foi dia 25 de julho, data especial para a cidade, que é consagrado ao santo e 2021 é chamado Ano Santo Compostelano, que ocorre na data do martírio do apóstolo Tiago.

Na praça central de São Tiago, há um marco e uma placa com os dizeres:  “A mais completa rota turística das Minas Gerais, por onde se aventuram tropeiros e inconfidentes. Um roteiro onde transbordam história, natureza, religiosidade e toda a hospitalidade do povo mineiro. Inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, Minas tem agora o seu próprio Caminho de São Tiago”.


360 marcos foram instalados no roteiro

A nova rota turística inclui 11 municípios mineiros das regiões Central e Campos das Vertentes, onde vivem cerca de 400 mil pessoas: Ouro Preto, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Queluzito, Casa Grande, Entre Rios de Minas, Lagoa Dourada, Resende Costa, Coronel Xavier Chaves, Ritápolis e São Tiago. “O objetivo é dinamizar a economia das cidades, especialmente as de menor porte, atrair visitantes e dar maior visibilidade aos pontos de relevância turística”, informou Marcus Januário. Ele adiantou que há mais 20 prefeituras interessadas em aderir ao Caminho de São Tiago.

Para desfrutar do roteiro de 274 quilômetros, que já tem sinalização indicativa com 360 marcos (tótens) no sentido São Tiago – portanto, a orientação é para o passeio ser nessa direção – o viajante poderá seguir a pé, de bicicleta ou a cavalo. Marcus Januário adianta que 80% dos trechos ficam na zona rural dos municípios. “As pessoas poderão dormir nas cidades e percorrer o caminho durante o dia. São Tiago, por exemplo, que há alguns anos tinha apenas um hotel, conta hoje com cinco.”


São Tiago é conhecida pela “capital dos biscoitos”, com a fabricação por dezenas de fábricas nas zonas urbana e rural.


O rocambole é tradicional na cidade de lagoa Dourada, como a cidade do rocambole

Impossível falar no Caminho de São Tiago sem fazer referência ao célebre Caminho de Santiago, rota de peregrinação rumo a Santiago de Compostela, na Espanha.  Marcus Januário avisa que estão adiantados os entendimentos para que os dois caminhos, o mineiro e o europeu, se tornem parceiros.  A ideia é que o trecho percorrido aqui se some ao espanhol, que totaliza mais de 800 quilômetros e apresenta pontos de partida em Portugal e França.  A exemplo do caminho europeu, que atrai gente do mundo inteiro, o mineiro também terá um passaporte para moradores e visitantes registrarem sua participação.


Ouro Preto, declarada pela UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.

Coluna Minas Turismo Gerais   jornalista Sérgio Moreira @sergiomoreira63 informações para sergio51moreira@bol.com.br













Nenhum comentário:

Postar um comentário