Sebrae maio 1

Sebrae maio 1
Consultores

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Jalapão com a Mukaú I – Lagoa do Japonês e Pedra Furada


Estivemos no Jalapão com a Mukaú, a operadora de turismo das estrelas no destino, e temos muita história para contar. Vamos começar com o primeiro dia de viagem, quando visitamos a Lagoa do Japonês, em Pindorama, e assistimos o pôr do sol na Pedra Furada.


A viagem começou logo cedo, a partir de Palmas. Logo depois das sete da manhã saímos em direção a Pindorama do Tocantins, onde fica a Lagoa do Japonês. São 208 quilômetros em estrada asfaltada, mais 19 de terra. O caminho mais curto passa pelo distrito de Taquaruçu, um dos destinos de ecoturismo mais impressionantes dos Tocantins, e do qual falaremos em matéria exclusiva, passando por Santa Teresa e Ponte Alta do Tocantins.



Depois de três horas de viagem chegamos a um verdadeiro paraíso ecológico. As águas da Lagoa do Japonês são totalmente transparentes. Destaque especial para o recanto onde fica uma pequena caverna, local extremamente aconchegante. O que chamou a atenção foi o grande números de frequentadores na alta temporada, o que exige um controle maior parte dos órgãos governamentais, embora a área seja particular.


Um bar e um restaurante simples, mas muito aconchegante, garante uma estadia sem sobressalto no local. Os preços da alimentação e da bebida estão dentro da normalidade. Os proprietários permitem que os frequentadores possam levar alimentos, mas bebidas são proibidas.

Pedra Furada



Depois do almoço e de um cochilo no redário, seguimos até a Pedra Furada, de onde é possível apreciar um belo pôr do sol. Tudo natureza pé no chão mesmo. O contato com a Pedra Furada nos faz pensar nos caprichos da natureza, que proporcionam tantos momentos de lazer e contemplação.



O pouso no final do primeiro dia de viagem ao Jalapão foi em Ponte Alta do Tocantins, com direito a uma jantinha esperta e quarto confortável em uma das pousadas locais. Procuramos dormir mais cedo, porque o segundo dia nos proporcionaria uma aventura que exige um pouco mais de esforço, tudo recompensado pelas dádivas da natureza no Jalapão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário