Sebrae maio 1

Sebrae maio 1
Consultores

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Governo do estado anuncia estrada ecológica para acesso ao Jalapão


Em São Félix do Tocantins, onde cumpriu agenda de trabalho na sexta-feira, 9, o governador Mauro Carlesse, anunciou a construção da estrada que vai permitir a ligação do Jalapão à capital, Palmas.
O anúncio da construção da estrada ecológica ocorreu durante a abertura da etapa Jalapão das consultas públicas para elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2020/2023. Fotos: Esequias Araújo/Governo do Tocantins

O governador ressaltou na ocasião que o Brasil tem grandes riquezas, mas nada comparado ao Jalapão, e por isso é preciso dotar a região de estradas de boa qualidade. "É por isso que estamos trabalhando e vamos construir o mais rápido possível a estrada ecológica, que vai ligar o Jalapão a Palmas. É uma vontade minha e um sonho do povo daqui", sustentou explicando que a estrada será feita com bloquete, o que vai demandar menor custo, aproveitamento da mão de obra local e menor dano ambiental.
A construção ou recuperação das estradas em uso que dão acesso aos atrativos do Jalapão são uma demanda antiga da população local e dos turistas, que enfrentam uma verdadeira aventura para chegar ao destino. Devido ao grande número de visitantes, que aumenta cada vez mais, o acesso ao Jalapão atualmente está precaríssimo, necessitando de um trabalho de recuperação e conservação até a construção da estrada anunciada pelo governador.
Bombeiros
Um caminhão de combate a incêndio florestal Auto Bomba Tanque Florestal (ABTF), importado da Itália, vai servir toda a região.
Mauro Carlesse anunciou também a implantação de um Posto Avançado do Corpo de Bombeiros nas proximidades de Mateiros, que vai atuar em parceria com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), Polícia Ambiental e as brigadas municipais e entregou um caminhão de combate a incêndio florestal Auto Bomba Tanque Florestal (ABTF), importado da Itália, que vai servir toda a região.
Foram assinadas, ainda, ordens de serviço envolvem a construção de um quiosque de apoio nas Dunas e na Prainha, além da reforma dos sanitários do local, reforma da trilha da Serra do Espírito Santo e a construção de uma praça no povoado do Prata. Essas obras estão orçadas em R$ 1.658.792,04, recursos provenientes do Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável (PDRIS), do Banco Mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário